Empreendedorismo é chance para mudar de vida

Empreendedorismo é chance para mudar de vida

26
0
COMPARTILHE

Com dificuldades de recolocação do mercado de trabalho, abrir a própria empresa pode ser o caminho escolhido para prosperar

 

Diante do aumento do desemprego, o empreendedorismo é visto como uma alternativa de renda e uma possibilidade de prosperar. Em Avaré, duas empresas que participam do Programa de Capacitação de Alimentação Fora do Lar são exemplos dessa situação.

 

A empreendedora Gilda Campos montou no fundo da casa da mãe um restaurante delivery de frango frito há um mês e recebe, em média, dez pedidos por dia, principalmente pelo WhatsApp. “Não posso ficar esperando e resolvi montar esse negócio. Comprei o material e montei a estrutura”, conta Gilda, da empresa Eat Chicken.

 

Agno de Aguiar também encontrou no setor de alimentação fora do lar uma oportunidade de trabalhar por conta própria e abriu o Luau Burguer. “Procurei inovar e estamos nesse espaço há sete meses. Esperamos crescer mais”, conta o empreendedor, que vende cerca de mil lanches por mês.

 

De acordo com o analista do Sebrae-SP Victor Eburneo, um dos riscos de empreender por necessidade é justamente tomar decisões precipitadas. “Por isso, o planejamento e a capacitação são importantes”, destaca.

 

Os dois empreendedores são exemplos de pessoas que buscaram qualificação. Eles fazem parte de um grupo de 15 empresas do Programa de Capacitação de Alimentação Fora do Lar do Sebrae-SP, em Avaré.

 

Juntos, os empresários participam de palestras e cursos sobre tendências, gestão financeira, elaboração de ficha técnica, engenharia de cardápio, controle de estoques, motivação de equipe, ferramentas de gestão para manual de boas práticas, além de consultorias na empresa de marketing e finanças.

 

O projeto tem como parceiros a Associação Comercial, Industrial e Agropecuária de Avaré, a Vigilância Sanitária Municipal, e a Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Indústria, Comércio e Tecnologia.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA